ESTILOS DE PAIS 

Publicado em 23 de julho

ESTILOS DE PAIS Pai e Filho, sem exceção, têm uma maneira específica de interação . Às vezes essas interações são altamente positivas, em outras são ineficazes e desgastantes.

Seu estilo influencia fortemente a dinâmica dos seus relacionamentos familiares e determina o quanto você está sendo bem sucedido enquanto pai e enquanto família.

Você já ouviu alguém lhe dizer que você é rígido? Permissivo? O que isso está acarretando no comportamento dos seus filhos ? O problema está na sua atitude ou na atitude dos seus filhos?

O fato é: você precisa encarar esse relacionamento de forma diferente empenhando-se e dedicando-se mais a ele. Quais atitudes suas estão diretamente ligadas ao comportamento do seu filho? Avaliando esta questão, você descobrirá como eliminar os momentos de confronto e de conflitos que acabam desgastando você.

Saiba que, o seu estilo de Pai está diretamente ligado ao comportamento do seu filho. Quer ver como?

Pais  Mandão e autoritário é igual a Filhos Passivos

Pais Negligente e Permissivo é igual á Filhos Rebeldes

Pais Assertivo é igual á Filhos Cooperativos

ESTILOS MAIS COMUNS DE PAIS:

– Autoritário

Estes pais tipicamente :

• Mandam demais nos filhos

• Tem sempre expectativas muito altas

• Aplicam conseqüências muito duras a qualquer tipo de falta

• Insultam os filhos

• Sempre fazem ameaças e usam de intimidação

• Permitem o mínimo de liberdade aos filhos

Estas crianças frequentemente revoltam-se contra os pais ou recorrem a outros meios para escapar desse jugo através do álcool e drogas ou ainda afastam-se da família.

Tendem, também, a apresentar dificuldades de relacionar-se socialmente e em muitos casos apresentam baixa auto-estima.

– Negligente e Permissivo

Estes pais tipicamente

• Colocam quase nenhum limite nos filhos

• Permitem que os filhos dirijam a família

• Jamais falam não e os filhos jamais sofrem as conseqüências

• Não reforçam as regras

• Cedem as birras e argumentos dos filhos

• Não dispõem de regras e disciplina no lar

• Quase não se envolvem e nem participam da vida dos filhos

Estas crianças crescem fazendo o que bem entendem. Apresentam dificuldades de auto controle e quando ficam mais velhas são difíceis de estabelecer e manter um relacionamento duradouro.

– Assertivo

Estes pais tipicamente

• Dão aos filhos opções de escolha sempre que possível

• Ajustam limites firmes e razoáveis dentro do lar

• Estabelecem as conseqüências para cada situação

• Deixam claro as expectativas e reforçam as regras

• Participam do dia a dia dos filhos

• São carinhosos, motivam e apóiam os filhos

Estas crianças tendem a ser melhores ajustadas e conseguem enfrentar com mais desenvoltura as situações sociais. Tornam-se socialmente responsáveis, apresentam auto estima elevada e geralmente são mais seguras e determinadas.

Se com o estilo que você tem atualmente, está obtendo resultados positivos, o meu conselho é: não mude, continue fazendo a mesma coisa. Porém, se o seu estilo de educar os filhos não está correspondendo as suas expectativas, então é melhor rever o que precisa ser mudado.

Saiba que os nossos filhos reagem ao tipo de pai e mãe que somos. O comportamento deles é fruto do nosso estilo de ensiná-los, por isso, se você quer mudar o comportamento deles a primeira pessoa que deverá mudar é: Você.

 

livro filhos o que fazer com eles

 

12 erros que os pais cometem

 

como ser pai

 

Artigos Relacionados
Dê a sua Opinião